Razões para não sentir receios em fazer uma cirurgia plástica

Razões para não sentir receios em fazer uma cirurgia plástica


Existem dois tipos de pessoas que realizam cirurgia plástica: Aquelas que falam com o mundo inteiro sobre sua transformação e aquelas que tentam manter a cirurgia em segredo.

Infelizmente a maioria daqueles que mantém o fato em segredo se sentem pressionados pela opinião da sociedade.

Mesmo as pessoas que realizam cirurgia plástica por razões não cosméticas sentem pressão para manter segredo sobre a cirurgia. E se essas pessoas são transparentes sobre o procedimento cirúrgico, elas usualmente deixam claro que o procedimento foi realizado por razões não cosméticas.

Nós realmente temos razões para censurar pessoas que realizam cirurgia plástica por razões cosméticas? Os motivos por trás de uma cirurgia plástica são pessoais ou resultados de um padrão de beleza estabelecido pela sociedade.

Sua confiança e autoestima devem ser as prioridades

Uma pessoa pode realizar uma cirurgia plástica por várias razões, desde remover uma gordura indesejada a apagar uma cicatriz ou queimadura.

Qualquer que seja a razão, após a cirurgia sua autoestima aumentará, afetando positivamente todas as partes de sua vida. Isso tem um enorme impacto em suas emoções, contribuindo para uma visão mais saudável de você.

Nossa sociedade valoriza nossa aparência mais do que quem somos. Certo nível de vaidade não é pecado, mas uma necessidade nos dias atuais. Buscar uma aparência mais jovem justifica plenamente utilizar meios cirúrgicos.

Corrigir suas inseguranças permite a você realçar seus pontos fortes.

Corrigindo as autoproclamadas imperfeições, ganhamos confiança e autoestima, com impacto positivo no humor e em nossas atitudes em geral. Estudos realizados por instituições de renome internacional comprovam que a melhoria da aparência contribui positivamente para a qualidade de vida.

Fonte: ASPS – American Society of Plastic Surgeons
Adaptação: Legacy Consultoria–